Brasileiros em Portugal: estão a trocar Florida por Lisboa

Brasileiros em Portugal
Posté par Inês ALMEIDA Il y a 8 Mois
Catégories :
Investir em Portugal

Escapando à crise, os brasileiros vêm para Portugal

 

Os brasileiros de classe média e alta trocam Florida por Lisboa, Porto ou Coimbra, entre outros destinos portugueses, para fugir da crise. A corrupção, a crise económica, a insegurança, os maus serviços públicos e a agenda conservadora são apontados como as causas para o estabelecimento de uma vaga de brasileiros em Portugal.

 

Estas também eram as causas mencionadas há vários anos, quando se deu uma vaga de emigração do Brasil para os Estados Unidos, em particular para a Florida. Nessa época, vários médicos chegavam a abrir clínicas em Miami a cobrar fortunas para brasileiras com boas posses económicas darem à luz por lá e garantirem a cidadania americana aos seus filhos.

 

Atualmente, já não é a Florida que está na moda, mas sim Portugal. Um dos factores que para tal contribui é a facilidade de obtenção de passaporte e visto, por contraste com a dificuldade que hoje se faz sentir em emigrar para os Estados Unidos com a presidência de Donald Trump.

 

Esta nova vaga é confirmada por Pedro Lencastre, diretor da JLL Consultoria Imobiliária. “Os brasileiros descobriram Portugal há pouco. Tinham fascínio pelos EUA, só queriam ir para Miami”, afirma. Hoje, 14% dos clientes vêm do Brasil. Estima-se que o movimento que leva o Consulado de Portugal em São Paulo a conceder 820 novas cidadanias por mês faça crescer o número de brasileiros no país colonizador dos atuais 85 mil para 100 mil, nos tempos mais próximos.

 

Esta vaga de emigração é composta por cidadãos mais qualificados e abastados, sendo notória no aumento de transferências financeiras de Portugal para o Brasil, de 55,6 milhões de dólares em 2014, para 71,1 em 2016. Em 2014, a percentagem de brasileiros entre os estrangeiros que mais procuravam Portugal era de 6%, hoje é de 10%.

 

Até ao ano de 2015, tinham sido concedidos apenas 69 vistos dourados (autorização de residência em troca de um investimento de meio milhão de euros) a cidadãos do Brasil. Hoje esse número ascende aos 282. "Recomendamos fortemente o investimento em imóveis em Portugal. Você paga barato, está na Europa, forma um património em euros e o retorno varia de 5% a 15%", afirma Renato Breia, sócio da Empiricus.

 

O metro quadrado nas áreas nobres de Lisboa, apesar de ter registado uma subida de 46% nos últimos dois anos, ainda é barato quando comparado com outras capitais europeias, ronda os 8 mil euros, ao passo que em Paris chega aos 18 mil euros e em Londres aos 27 mil euros. No entanto, a cidade mais procurada pelos brasileiros não é Lisboa, mas sim Coimbra, onde mais de 10% dos alunos da universidade são naturais do Brasil.

 

Fonte: Dinheiro Vivo