Residência de estudantes: conheça a Domus Nostra

Domus Nostra
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
Entrevistas

A residência de estudantes Domus Nostra acolhe estudantes desde 1965

 

Entrevistámos a equipa da Domus Nostra para saber como funcionam as residências para estudantes do grupo.

 

“Animada pelas Filhas do Coração de Maria e aberta desde 1965, a Domus Nostra conta com uma longa história em Lisboa, tradição na vida universitária.”

 

 

Como surgiu a vossa residência para estudantes?

 

A Domus Nostra é animada pelas Filhas do Coração de Maria. Encontra-se situada na Cidade Universitária, em Lisboa, desde 1965, e conta com uma longa história e tradição na vida universitária. Assim, procuramos ser, com a colaboração e participação de todas, muito mais do que apenas um local de alojamento e estadia.  

 

 

Em que medida é que esta se diferencia das restantes?

 

  Um pouco daquilo que faz o espírito da Domus:

  • Porque ser estudante não consiste apenas em frequentar uma escola

  • Porque o estudo é apenas uma das componentes da formação e da realização da pessoa

  • Porque ser jovem implica crescer e abrir-se para a vida nas suas diversas dimensões e valores…

A Domus Nostra proporciona às suas estudantes um ambiente propício à realização dos estudos e possibilidades concretas de desenvolvimento integral a nível humano, social, cultural e cristão.

 

 

Numa altura em que os preços das rendas em Lisboa estão mais elevados do que nunca, as residências para estudantes constituem cada vez mais uma alternativa para os pais?

 

Sem dúvida. A residência fica junto da cidade universitária, (evita despesas com transportes públicos) a mensalidade inclui o pequeno almoço e o jantar, uma cozinha para fazerem o almoço, um frigorifico em cada andar, máquina de lavar roupa e estendal, além de espaços de estudo e de convívio, TV, Internet, cartão eletrónico para acesso de entrada a qualquer hora, jardim… a um preço bem mais favorável do comum.

 

 

Domus Nostra

 

 

Qual é a capacidade da vossa residência?

 

Na Domus Nostra existem quartos individuais e quartos triplos. Todos os quartos dispõem de:

 

Quarto Individual 

Quarto Triplo 

1 cama

3 camas

1 secretária com 3 gavetas

3 secretárias com 3 gavetas/cada

1 estante

3 estantes

1 roupeiro

3 roupeiros

1 armário com 5 gavetas

1 bidé

1 estante/mesa de cabeceira

1 lavatório

1 bidé

2 janelas

1 lavatório

 

1 janela

 

 

Tem lotação para 87 estudantes.

 

 

 

Quais são os serviços que inclui?

 

Serviços da Domus Nostra

  • Pequeno Almoço e Jantar: semana, fim-de-semana e feriados

  • Copa para preparação de almoço

  • Micro-ondas

  • Máquina de café, bebidas quentes e snacks

  • Lavandaria em regime de self-service

  • Salas de estudo|trabalhos de grupo

  • Computadores com ligação à internet 24h

  • Internet sem fios |wireless| 24h

  • Sala comum de televisão |zonbox|

  • Possibilidade de utilização de telefone, fax, impressora e fotocopiadora

  • Biblioteca com mais de 6000 volumes – livros técnicos e científicos, literatura, revistas científicas e de atualidades

  • Possibilidade de usufruir do jardim |aprox. 720 m2|

  • Sala com piano vertical 

 

 

Domus Nostra

 

 

 

Quais são os preços que vocês praticam?

 

Questão à qual só respondemos mediante uma entrevista antes de se tornar residente da Domus Nostra.

 

 

Há alguma restrição (em termos de limite de idade, faculdade que se frequenta, sexo)?

 

É uma residência feminina. Quem a procura só tem de ter o estatuto de estudante, incluindo doutoramentos, mestrados, pós-graduação, investigação…

 

 

Quais são as vantagens das residências de estudantes face a outras soluções?

 

Permite focar-se mais no estudo, o convívio com outras vertentes do saber e culturas diferentes (a internacionalidade).

 

 

Domus Nostra

 

 

Quais são os vossos planos para o futuro?

 

Desde o início: procurar fomentar entre todas:

- Um clima de estudo, de amizade e respeito,
- Um espírito de serviço, de entreajuda e de abertura às diferenças,
- Um estilo de vida simples,
- E, para quem desejar, uma caminhada livre de aprofundamento e vivência da fé.

 

 

Como vê esta nova vaga de interesse turístico em relação a Lisboa?

 

Não surgimos para responder a interesses turísticos nem é essa a nossa perspetiva.