Avaliação bancária das casas atinge novo máximo em outubro

Avaliação Bancária
By Inês ALMEIDA . 2 years
Categories :
Últimas Notícias

Em outubro deu-se uma subida homóloga de 5,6% da avaliação bancária das casas

 

A subida de preços das casas em Portugal não dá sinais de abrandar, muito pelo contrário. A avaliação bancária de imóveis, no âmbito da concessão de crédito à habitação, atingiu o seu pico em outubro. Este foi o valor mais alto dos últimos 12 meses, fixando-se nos 1141 euros por m2, mais seis euros do que em setembro. Estes dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

O valor médio de avaliação bancária em Portugal foi de 1141 euros por m2 em outubro, o que corresponde a um aumento de 0,5% relativamente a setembro e 5,6% face ao mês homólogo do ano passado. Relativamente ao tipo de imóvel, “verificou-se uma subida mensal de 1% no valor médio das avaliações bancárias das moradias. Já os apartamentos registaram uma variação nula face ao verificado em setembro”, lê-se no relatório do INE.

 

“A nível regional, as maiores subidas mensais registaram-se na Região Autónoma da Madeira (1,7%) e no Algarve (1,5%). A única descida verificou-se na Região Autónoma dos Açores (- 0,5%)”, especifica o INE. Em relação ao mês de setembro, as moradias de tipologia T3 aumentaram 8 euros no mês de outubro, para 1042 euros por m2, ao passo que a tipologia T4 aumentou 17 euros, passando para os 1072 euros por m2.

 

A avaliação bancária dos apartamentos registou uma variação nula no seu valor médio em outubro, relativamente ao mês anterior, fixando-se no mesmo valor, 1192 euros por m2, sendo que o maior aumento se fez sentir na Região Autónoma da Madeira, com 1,8%, e nos Açores se deu a descida mais pronunciada, com 3,4%.

 

 

Fonte: Dinheiro Vivo

Photo Credit: Notícias ao Minuto