Portugueses gastam 6 mil milhões de euros na época de Natal

Gastos no Natal
Posté par Inês ALMEIDA Il y a 3 semaines
Catégories :
Últimas Notícias

Em média os portugueses movimentaram 3 milhões de euros por dia no mês do Natal

 

Em dezembro de 2017, os portugueses movimentaram, ao todo, mais de seis mil milhões de euros. Este valor corresponde aos levantamentos no multibanco e às compras em lojas físicas, sendo que, em média, foram gastos três milhões de euros por dia no mês passado, especialmente em supermercados, artigos de moda e restaurantes. Estes dados foram divulgados na quarta-feira, dia 3, pela SIBS.

 

No relatório de dezembro da SIBS, a empresa que gere a rede Multibanco, lê-se que ao todo foram transacionados mais de 100 milhões de compras através dos terminais de pagamento automático e mais de 250 milhões de operações na rede Multibanco. O pico comercial deu-se no dia 23 de dezembro, data em que foram realizadas cinco milhões de compras com cartão. No mês homólogo do ano anterior, a SIBS registou 235 milhões de operações na rede Multibanco e mais de 93 milhões de compras através de terminais de pagamento automático.

 

No mês passado foram movimentados mais de seis mil milhões de euros só pelos cidadãos portugueses. “Os levantamentos e compras dos portugueses na época natalícia têm vindo a aumentar ano após ano”, lê-se no relatório da SIBS. Nos últimos cinco anos registou-se um aumento de 24% nos movimentos registados na rede Multibanco. Se se contarem com os gastos efectuados pelos estrangeiros em Portugal, somam-se ainda 350 milhões de euros no mês de dezembro de 2017.

 

Para esta evolução de gastos contribuem, principalmente, as compras em supermercados (que representam 25,3% do total de compras), moda (9,1%), restauração (7,6%), gasolineiras (7,2%) e cultura, entretenimento e eletrónica (6,7%). Os estrangeiros, por seu turno, gastam em particular no alojamento, restauração e supermercados. Entre as nacionalidades que mais gastam em Portugal destacam-se os franceses, seguidos pelos britânicos, espanhóis, alemães e angolanos. As compras online também cresceram, sendo que no mês passado se registaram 250 milhões de euros gastos em lojas online, sendo que há cinco anos este valor era de 100 milhões.

 

 

Fonte: Eco