Portugal, 2.º país europeu onde preços das casas mais sobem

Preços das Casas
Par Inês ALMEIDA Il y a 11 mois
Catégories :
Últimas Notícias

Preços das casas aumentam mais de 10% no último trimestre de 2017

 

Os preços das casas não param de subir em Portugal, ou melhor, em toda a Europa. Na verdade, os preços das casas cresceram 4,1% na Zona Euro e 4,6% na União Europeia no terceiro trimestre de 2017, em comparação com o período homólogo do ano anterior, de acordo com os dados revelados pelo Eurostat. Apenas um país da Europa reportou uma descida nos preços dos imóveis: Itália.

 

Ao contrário de Itália, todos os outros Estados-membros reportaram aumentos nos preços das habitações. A maior subida deu-se na República Checa, com um aumento de 12,3%. Dentro da zona euro, apenas Irlanda teve um aumento dos preços das habitações mais pronunciado do que Portugal, com estes a subirem 12%. Em Portugal, por seu turno, o aumento de preços foi de 10,4%. Estes foram os dois únicos países da Europa a registar subidas de dois dígitos percentuais.

 

Nos dados publicados pelo Eurostat encontra-se bem patente o aumentos dos preços das casas por toda a Europa, sendo que Portugal não é excepção. A subida de 10% que se deu no último trimestre do ano passado não tem precedentes. Isso significa que, de acordo com os registos do INE e do Eurostat desde o primeiro trimestre de 2009, não existem mais variações de dois dígitos até à data.

 

Os dados divulgados agora são semelhantes aos que o  Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgou em dezembro do ano passado, que indicam que o terceiro trimestre de 2017 correspondeu ao 16.º aumento trimestral consecutivo. Além dos preços das casas terem vindo a subir de forma muito expressiva em Portugal, as vendas também têm acompanhado. Os estrangeiros são a principal causa para este crescimento do mercado imobiliário português, não só pela compra de casa mas também pelo crescimento do turismo.

 

Fonte: Jornal de Negócios