Governo dá financiamento para obras em 12 mil casas no país

Casa Eficiente 2020
Par Inês ALMEIDA Il y a 8 mois
Catégories :
Últimas Notícias

Saiba como tornar a sua casa mais acolhedora e eficiente a um preço mais simpático

 

O Governo português vai lançar o programa “Casa Eficiente 2020” que tem como objetivo tornar as casas portuguesas mais acolhedoras e eficientes. Para tal, vai financiar cerca de 200 milhões de euros, de 2018 a 2021, que vão proporcionar a 12 mil habitações portuguesas obras de beneficiação. Estima-se que estas vão dos 12 500 aos 13 000 euros.

 

“A estimativa das 12 000 habitações decorre de um valor médio de intervenção na ordem dos 12 500, 13.000 euros por habitação. O mais importante é que não há restrições” em termos geográficos, explicou Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, durante a sessão de apresentação do programa.

 

O governante sublinha que o programa, por não estar integrado em áreas de reabilitação, “pode chegar a muito mais gente, a todo o território nacional”. Além disso, salienta também que todas as pessoas se podem candidatar a este programa bastando que, para tal, vivam num apartamento, numa moradia ou num condomínio. As empresas proprietárias de edifícios destinados a fins habitacionais também se podem candidatar a este programa.

 

“Vamos apoiar a melhoria da eficiência energética e hídrica das habitações particulares individualmente consideradas”, afirma o ministro do Planeamento e das Infraestruturas. “São famílias, casa a casa, que precisam de melhorar as condições das janelas, dos eletrodomésticos, do reaproveitamento de águas, dos painéis solares etc.”, explica o governante.

 

Para se candidatar, vá ao site “Casa Eficiente 2020” e faça uma simulação. Desta forma pode perceber quanto é que vai custar fazer obras que permitam tornar a sua casa mais eficiente. Depois deste passo, escolhe a empresa que vai realizar as obras de uma lista que consta no portal. Finalmente, recebe uma declaração “Casa Eficiente 2020” com a qual tratam no banco do financiamento. Este financiamento é concedido com melhores condições que os habituais créditos ao consumo.

 

 

Fonte: Idealista